Freguesia de São João Baptista

 

CHAFARIZ DAS VAGINHAS

Classifique este item
(1 Vote)

 

As principais datas históricas relativas a este chafariz: 

- 9 de Junho de 1931 – A Junta de Freguesia deliberou mandar colocar uma bomba nova no poço das Vaginhas (a antiga bomba era movimentada à mão através de uma roda metálica com manípulo) e construir um chafariz sobre a mesma.

- 7 de Julho de 1932 – Aprovou-se a planta do chafariz

- 12 de Julho de 1932 – Foi apreciado o projecto do chafariz, organizado e deliberado mandá-lo a Sua Ex.ª o Governador Civil do Distrito com o pedido de subsídio de 15 mil escudos para execução do trabalho. 
 

- 17 de Agosto de 1932 – Foi apreciada a planta do chafariz feita gratuitamente pelo Arquitecto Cottinelli Telmo (os cálculos foram efectuados pelo Eng.º Sousa Nunes, Chefe de Divisão de Via e Obras) e também foi deliberado comunicar à Casa Capucho a recepção da bomba.

- 3 de Junho de 1933 – Foi deliberado agradecer aos Exmos. Sr. Governador Civil e Ministro das Obras Públicas pela dotação do chafariz das Vaginhas. Também nesta data foi deliberado mandar construir pelo Engenheiro Sequeira o referido chafariz e oficiar às Obras Públicas de Santarém participando o início da obra.

- 12 de Junho de 1933 – Foi deliberado mandar limpar o poço das Vaginhas e colocar-lhe dois anéis de cimento em substituição do que tinha em madeira.

- 23 de Junho de 1933 – Foi a inauguração do chafariz das Vaginhas com a presença do Presidente da Câmara Municipal da Barquinha e do Administrador do Concelho. Por proposta do Presidente da Junta convidou-se a pessoa mais idosa das Vaginhas, Sr.ª D. Cândida Agostinho, para, pelas 20 horas, abrir uma das torneiras. O chafariz e a bomba custaram 22.612$00.

- Na parte do chafariz, fronteira à Capela de S. João Baptista, pode-se ler: 
 

“MANDADO CONSTRUIR 
PELA JUNTA DE FREGUESIA 
E INAUGURADO 
EM 23 DE JUNHO DE 1933”.

Retirado do livro “Os Casais das Vaginhas”, de
Luís Miguel Preto Batista